Disse em seu último dia na JMJ




O Papa Francisco em entrevista afirmou que o jovem que não vai às ruas protestar não lhe agrada, mas alertou para o risco de manipulação.

Leia Papa incentiva jovens a saírem às ruas: 'Jesus não ficou no casulo'


Confira o que foi dito pelo Papa sobre os protestos:
“Com toda a franqueza lhe digo: não sei bem por que os jovens estão protestando (no Brasil). Esse é o primeiro ponto. Segundo ponto: um jovem que não protesta não me agrada. Porque o jovem tem a ilusão da utopia, e a utopia não é sempre ruim. A utopia é respirar e olhar adiante. O jovem é mais espontâneo, não tem tanta experiência de vida, é verdade. Mas às vezes a experiência nos freia. E ele tem mais energia para defender suas ideias. O jovem é essencialmente um inconformista. E isso é muito lindo! É preciso ouvir os jovens, dar-lhes lugares para se expressar, e cuidar para que não sejam manipulados. Porque há tanta exploração de pessoas, trabalho escravo, há tantos tipos de exploração... Eu me atreveria a dizer uma coisa, sem ofender. Há pessoas que buscam a exploração de jovens. Manipulando essa ilusão, esse inconformismo que existe. E depois arruínam a vida dos jovens. Portanto, cuidado com a manipulação dos jovens. Temos sempre que ouvi-los. Cuidado. Uma mãe, um pai, um filho que não escutam o filho jovem o isolam e geram tristeza em sua alma.”

Leia  Papa pede a jovens que não desanimem nem percam a esperança na luta contra a corrupção


Qual sua opinião sobre o assunto?


Fonte: UOL




9 Comentários
 
Topo