Ele disse que os jovens devem superar a apatia e dar respostas às inquietações sociais e políticas




O papa Francisco deu início, na noite deste sábado, à vigília que marca a parte final da Jornada Mundial da Juventude, para um público estimado em 3 milhões de pessoas, segundo a prefeitura do Rio de Janeiro. Em seu discurso, o Papa fez referência a manifestações que acontecem em todo o mundo por melhorias na sociedade.


Leia Papa ataca egoísmo da classe política e corrupção em discurso


Francisco conclamou os jovens a serem protagonistas na construção de um mundo melhor. Ressaltou que todos devem sair às ruas para buscar melhorias, e lembrou que Jesus Cristo não ficou em um "casulo". "Não permitam que outros sejam protagonistas da mudança. Vocês têm na mão o futuro. Ele vai chegar pelas mãos de vocês. Continuem superando a apatia, dando uma resposta cristã à inquietações sociais e políticas. Se envolvam num trabalho para um mundo melhor. Se metam, saiam para a vida, saiam às ruas. Jesus não ficou preso em um casulo", declarou.


Qual sua opinião sobre o assunto?
7 Comentários
 
Topo