Mais uma declaração polêmica contra os gays na Rússia. O ministro do Esporte comparou homossexualismo ao vício em drogas e álcool. Em discurso, no último dia do Mundial de Atletismo de Moscou, Vitaly Mutko disse que a polêmica em torno das leis anti-gays da Rússia foi criada pela mídia ocidental.


Ele defendeu a legislação, que proíbe a "propaganda homossexual" e impõe multas a quem organizar paradas do orgulho gay. O ministro declarou que o objetivo é proteger as crianças, que ainda não têm opinião formada sobre alcoolismo, vício em drogas e relações "não-tradicionais". No sábado, duas atletas russas se beijaram no pódio, após vencer a prova de revezamento 4x100. Foi um recado à colega Yelena Isinbayeva.




Na semana passada, a campeã do salto com vara defendeu as leis anti-gays. E disse que os russos se consideram "normais". E pelos ´homens viverem ao lado de mulheres". E vice-versa. Diante da polêmica, ela veio a público se retratar. Isinbayeva disse que foi mal-entendida porque o inglês não é a língua nativa dela e ressaltou que é contra qualquer forma de discriminação.


Qual sua opinião sobre o assunto?


Fonte: Band News


2 Comentários
 
Topo