O ator pornô Jesse Jackman usou sua conta do Twitter para protestar contra o Facebook na última terça-feira (8).
Jesse foi suspenso por 12 horas do Facebook por postar uma foto beijando seu marido, Dirk Caber, na boca. Após a reclamação, o Facebook repostou a foto do casal, mas não deu explicações. Antes de ser banido da rede social, Jesse foi vítima de homofobia e recebeu até uma ameaça de morte nos comentários.
Depois de ter sua imagem republicada, Jesse comemorou com um novo post. "O Facebook acaba de voltar atrás e repostar minha foto beijando o Dirk, junto com suas mais de 5 mil curtidas e comentários. Não recebi nenhuma notificação, pedido de desculpas nem explicação de porque ela tinha sido removida antes. A foto simplesmente reapareceu no meu mural", escreveu o ator.
"Mas isso são notícias ótimas! E a melhor parte disso é que VOCÊS conquistaram isso! Vocês mostraram tanto apoio que o Facebook não teve escolha a não ser ouvi-los! Obrigado! Amor é amor e sempre triunfará acima do ódio!", comemorou.
Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!
Folha de S. Paulo
0 Comentários
 
Topo