Desaparecido, o corpo estava no rio Pardo a 150 km de Ribeirão Preto
A Polícia Civil de Ribeirão Preto (SP) confirmou, na tarde deste domingo, que o corpo do menino Joaquim Pontes Marques, 3 anos - desaparecido desde terça-feira – foi encontrado hoje, no rio Pardo, na cidade vizinha de Barretos. Segundo a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Ribeirão Preto, o corpo foi encontrado por volta das 2h e familiares já teriam reconhecido o menino.
Desde os primeiros dias do desaparecimento, as buscas foram concentradas na região do córrego Tanquinho e no rio Pardo, onde o córrego deságua. Na quarta-feira, um cão farejador da Polícia Militar realizou o mesmo trajeto ao farejar as roupas do menino e as de seu padrasto, o técnico em informática Guilherme Raymo Longo, 28 anos.
Segundo o soldado Ataíde Andrade dos Santos, do canil da PM, o cachorro, chamado Apache, da raça Bloodhound, levou os policiais da casa da família, na rua Brigadeiro Tobias de Aguiar, Jardim Independência, diretamente para o córrego “Eu que conduzi (o cachorro). (...) Se eu não seguro, ele entra no córrego as duas vezes”, disse o policial.
Os policiais também realizaram o mesmo procedimento usando roupas da mãe do garoto, a psicóloga Natália Mingoni Ponte, 29 anos. Segundo o PM, o cachorro não saiu dos arredores da casa nessa ocasião. A polícia chegou a pedir a prisão preventiva da mãe e do padrasto do menino por causa de contradições em suas declarações, mas o pedido foi negado pela Justiça.
Problema de saúde
Joaquim era diabético e vivia com a mãe, o padrasto e o irmão Vitor Hugo, de apenas alguns meses. Segundo uma pessoa próxima à família, que não quis se identificar, a doença do menino foi descoberta recentemente e ele havia ficado 20 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No boletim do desaparecimento registrado na Polícia Civil, a mãe relatou que acordou por volta das 7h e foi até o quarto da criança, mas não a encontrou. Em seguida, procurou pelos demais cômodos e na vizinhança, também sem sucesso. O garoto vestia uma calça de pijama com bichinhos quando foi visto pela última vez. As janelas da casa possuem grades e não havia sinais de arrombamento. O Corpo de Bombeiros e a polícia fazem buscas na região desde ontem.
Pai diz que alguém de 'dentro' levou Joaquim O pai de Joaquim acredita que seu filho pode ter sido levado por alguém de dentro da residência, onde viviam a mãe e o padrasto. “Ele sumiu de casa. Estava só com os dois lá dentro, e estão alegando que ele pulou um muro de 3 metros, mas eu não acredito nisso”, afirmou. “Alguém lá de dentro foi quem levou ele, porque uma criança de 3 anos não tem capacidade de sair de casa às 3h da manhã e pular o portão”, disse Artur Marques, pai do menino, que também acredita na possibilidade de que alguém possa ter entrado no local. O caso do desaparecimento de Joaquim ganhou destaque na mídia, e mobilizou artistas que passaram a divulgar fotos da criança nas redes sociais. Os cantores Ivete Sangalo e Marcelo Falcão, vocalista da banda O Rappa, a apresentadora Angélica e os atores José Loreto e Giovanna Ewbank são algumas das celebridades que publicaram um pedido de ajuda para localizar o menino.
Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!
Fonte: Terra
1 Comentários
 
Topo