Comandante Benedito Roberto Meira não gostou dos comentários de Rodrigo Bocardi, Ana Paula Araújo e Chico Pinheiro
Comentários feitos pelos jornalistas Rodrigo Bocardi, Ana Paula Araújo e Chico Pinheiro na manhã dessa quinta-feira durante o "Bom Dia Brasil", da Globo, irritaram o comandante geral da Polícia Militar, o coronel Benedito Roberto Meira. Em carta, Meira classifica como "inoportunos, ofensivos e, por que não dizer, criminosos" os comentários feitos após a exibição de uma reportagem sobre roubos a estabelecimentos comerciais.
"Chico, vai ver que os donos dessas padarias não estão dando ali o cafezinho e o pão com manteiga que a gente sabe que os policiais (recebem) para ficarem ali fazendo aquele patrulhamento, né?", disse Bocardi depois de a matéria ter ido ao ar. Pinheiro completou: "É, inclusive foi uma coisa seríssima, né, não é possível que estes estabelecimentos tenham que fazer agrados a policiais para que o trabalho funcione, isso não é tolerável, isso não é admissível".
No comunicado, Meira deixa claro que considera entrar na Justiça. "Vamos entregar a cópia do vídeo aos advogados da entidade de classe para análise do conteúdo e avaliação das medidas judiciais cabíveis ao caso." Confira a carta na íntegra:
"Hoje pela manhã, durante a exibição do ‘Bom Dia Brasil', os apresentadores Rodrigo Bocardi, Ana Paula Araújo e Chico Pinheiro, após exibição de uma matéria sobre roubos a estabelecimentos comerciais, em especial às padarias, com destaques para as cidades de São Paulo e Bauru, fizeram comentários inoportunos, ofensivos e, por que não dizer, criminosos contra a Polícia Militar. Assim eles se expressaram:
Rodrigo Bocardi: Chico, vai ver que os donos dessas padarias não estão dando ali o cafezinho e o pão com manteiga que a gente sabe que os policiais (recebem) para ficarem ali fazendo aquele patrulhamento, né? Ana Paula Araújo: É, você vê que no caso de Uberlândia, aquela triste imagem do comerciante atrás das grades literalmente e apenas duas quadras de um Batalhão da Polícia Militar, né, inacreditável. Chico Pinheiro: É, inclusive foi uma coisa seríssima, né? Não é possível que estes estabelecimentos tenham que fazer agrados a policiais para que o trabalho funcione, isso não é tolerável, isso não é admissível. Ana Paula Araújo: Não (é) aceitável, mas é infelizmente o que acontece.
Chico Pinheiro: As pessoas pagam impostos não para ficar atrás das grades, mas para ter segurança. A Polícia Militar é uma Instituição séria, que presta um inestimável e relevante serviço em prol da sociedade, muitas vezes desempenha atividades que afetam a outras esferas do governo e atua 24 horas por dia. Reconhecemos que temos falhas, que nossos policiais cometem falhas, que não somos perfeitos em tudo que dispomos a realizar, aceitamos as críticas, pois é por meio delas que conseguimos corrigir as inconformidades ou eventuais falhas. Não posso me calar, na condição de Comandante Geral da PM de São Paulo, diante de tanta desconsideração por parte dos apresentadores.
Eles podem não aceitar/concordar com os argumentos apresentados pela Polícia Militar em razão da matéria exibida, mas não podem macular a imagem de toda Corporação ao insinuarem que para se ter segurança basta oferecer um cafezinho e o pão com manteiga em troca de policiamento nos estabelecimentos comerciais. Vamos entregar a cópia do vídeo aos advogados da entidade de classe para análise do conteúdo e avaliação das medidas judiciais cabíveis ao caso. A nós, Policiais Militares, honestos e íntegros, só nos resta lamentar. Respeito é sinônimo de educação.

Atenciosamente,
BENEDITO ROBERTO MEIRA CORONEL PM – COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR."
Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!
Fonte: FlashLand
0 Comentários
 
Topo