Quatro torcedores ficam feridos na Arena Joinville: agressões ganham o mundo
O país que vai sediar a Copa do Mundo de 2014 ganha neste domingo mais um triste episódio envolvendo violência nos estádios. O conflito entre torcedores na partida entre Atlético-PR e Vasco, na Arena Joinville, não passou despercebido e gerou muita repercussão negativa na imprensa internacional.
Na Espanha, o El País cita "barbárie no Brasil" e relata que quatro torcedores ficaram feridos após a confusão. O português Record fala de "filme de terror nas bancadas no Atlético-PR e Vasco" e "imagens arrepiantes no país do Mundial de 2014". O diário argentino Olé, conhecido por criticar o Brasil em diversas ocasiões, ironiza com a manchete "selvageria mundial", também fazendo alusão ao fato de que o Brasil vai sediar a Copa do Mundo no ano que vem.
O fato também repercutiu nos tradicionais La Gazzetta dello Sport, da Itália, e L'Equipe, da França. O site inglês Daily Mirror chegou a noticiar que um torcedor teria morrido, informação desmentida depois pela Polícia Militar de Santa Catarina e pelos médicos do hospital São José, em Joinville. A briga entre as duas torcidas começou aos 17 minutos do primeiro tempo, logo após o primeiro gol do Atlético-PR. Torcedores do time paranaense correram em direção aos seguidores vascaínos, que revidaram as agressões. Quatro torcedores foram removidos para o Hospital São José, sendo três em estado grave, mas nenhum deles corre risco de morte. Com a vitória por 5 a 1, o Atlético-PR termina o Campeonato Brasileiro na terceira posição e se garante na Copa Libertadores da América de 2014. Já o Vasco fica em 18.º e está rebaixado para a Série B da temporada que vem.
Entre as cenas de brutalidade nas arquibancadas da Arena Joinville, durante a briga entre torcedores do Atlético-PR e do Vasco, a imagem de um pai protegendo o filho chamou a atenção. Nas fotos, um homem segura e abraça o menino ao mesmo tempo que pede calma e que ambos não sejam agredidos. Em uma das imagens, um torcedor do Furacão se aproxima do pai e do filho, que estavam com a torcida vascaína, e parece segurar a mão do cara. A violência entre as duas torcidas aconteceu aos 17 minutos do primeiro tempo, quando o jogo foi paralisado pelo juiz. Não havia policiamento dentro do estádio. Nas cenas mostradas pela TV, os torcedores deferiram chutes, socos e até usaram barras de ferros para se agredirem.
Quatro pessoas ficaram feridas e foram levadas para o Hospital São José, em Joinville. Três torcedores do Vasco foram presos e indiciados por homicídio. Após uma hora e dez minutos de paralisação, o jogo recomeçou e o Vasco foi goleado por 5 a 1. Além da derrota, a equipe terminou na 18ª posição e foi rebaixada para a Série B 2014.
Assista aos vídeos aqui.
Leia também: Briga generalizada termina com 3 detidos e 3 torcedores seguem internados; vídeo
Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!
Fonte: Estadão e Extra
1 Comentários
 
Topo