O Itaú Unibanco (ITUB3, ITUB4), maior banco privado da América Latina, registrou em 2013 o maior lucro da história dos bancos, segundo um levantamento realizado pela consultoria Economatica nesta terça-feira (4). O recorde anterior pertencia ao próprio Itaú, que acumulou lucro de R$ 14,621 bilhões em 2011.

O banco registrou lucro líquido de R$ 15,695 bilhões em 2013. O resultado representa uma alta de 15,5% em relação ao obtido em 2012 (R$ 13,594 bilhões). A carteira de crédito do banco totalizou R$ 483,396 bilhões no ano. O crescimento anual da carteira foi maior que a estimativa do banco para o ano passado, que era de 8% a 11%. Para 2014, o Itaú Unibanco espera expansão de 10% a 13%.

Lucro recorde no 4º trimestre; inadimplência em queda

Só no quarto trimestre, o lucro líquido do banco foi de R$ 4,646 bilhões. O resultado recorde para o período foi alcançado graças à redução da inadimplência, aumento de receitas e expansão maior que a estimada da carteira de crédito. A instituição fechou o ano com um estoque de financiamentos total de R$ 483,397 bilhões, avanço de 6% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 13,5% em 12 meses.

Os destaques da carteira na comparação anual foram os segmentos de crédito consignado, com expansão de 66,6%, financiamentos imobiliários, alta de 34%, e cartão de crédito, que viu expansão de 33,5% na carteira. Enquanto isso, a área de empréstimos para aquisição de veículos teve queda de 21,3%, a R$ 40,3 bilhões. Enquanto isso, a receita com serviços e tarifas bancárias somou R$ 6,036 bilhões nos três últimos meses de 2013, crescendo 17,2% sobre um ano antes.

Itaú, Bradesco e Santander relatam calotes em queda

O índice de inadimplência no Itaú, medido pelo saldo de operações vencidas com mais de 90 dias foi de 3,7%, ante 3,9% de julho a setembro e 4,8% em igual etapa de 2012. Na semana passada, Bradesco e Santander Brasil também divulgaram índices de calotes em queda, a 3,5% e 3,7%. As despesas do Itaú com provisões para perdas com calotes totalizaram R$ 4,191 bilhões no período, queda de 7,6% sobre o terceiro trimestre e de 27% na comparação anual.

Bradesco lucra R$ 12 bi; lucro do Santander no Brasil cai quase 10%

Os números do Itaú Unibanco foram divulgados alguns dias após os do Bradesco e do Santander Brasil. O Bradesco (BBDC4), segundo maior banco privado brasileiro, anunciou na última quinta-feira (30) que fechou o ano de 2013 com lucro líquido de R$ 12,011 bilhões.

O valor é 5,5% maior que o registrado em 2012 (R$ 11,381 bilhões), e bate novo recorde. Sem considerar despesas extraordinárias --como o pagamento de tributos atrasados, por meio do programa Refis, por exemplo--, o chamado "lucro líquido ajustado" do banco subiu 6% em relação a 2012, para R$ 12,202 bilhões.

O lucro do Santander Brasil (SANB11) caiu 9,7% em 2013, para R$ 5,7 bilhões, de acordo com balanço divulgado na quinta-feira (30). Em 2012, o banco já tinha registrado queda de 5% no lucro em relação ao ano anterior, com lucro líquido de R$ 6,329 bilhões.

No mundo todo, o Grupo Santander quase dobrou seu lucro em 2013: chegou a 4,37 bilhões de euros, alta de 90,5% em relação a 2012. O Santander tem insistido desde o início da crise global em seu desenvolvimento internacional. Em 2013, obteve quase metade do lucro, 47%, na América Latina, incluindo 23% do Brasil.

Leia também: Em 19 anos, aplicação de R$ 100 vira R$ 2 mil, mas dívida atinge R$ 7 milhões

Comente abaixo sua opinião sua opinião sobre o assunto!

Com Reuters e Valor e UOL


0 Comentários
 
Topo