A manifestação ocorreu no início da manhã desta terça-feira (24), no Pecém, a 58 quilômetros de Fortaleza



O Caminhão do Batalhão de Choque pegou fogo após tentar conter manifestação de trabalhadores da Companhia Siderúrgica do Pecém. A manifestação ocorreu no início da manhã desta terça-feira (24), no Pecém, a 58 quilômetros de Fortaleza. Pneus e outros dois automóveis foram incendiados. O fogo se alastrou e acabou atingindo o caminhão do Batalhão de Choque.

Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foi acionada ao local para socorrer dois policiais, que estavam com dificuldade de respiração devido à fumaça. A categoria reivindicava melhores condições de trabalho. A situação já foi controlada.




Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Polícia Militar, informa que, na manhã desta terça-feira (24), o Caminhão de Controle de Distúrbios Civis sofreu uma pane elétrica e um princípio de incêndio, que foi debelado. Dois policiais militares que inalaram fumaça foram socorridos por precaução e passam bem.

A avaria no caminhão, que funciona como apoio para as ações do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), não atrapalhou a ação desta terça-feira (24) e nem trará prejuízo ao trabalho da Polícia. O equipamento, adquirido pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça (Sesge/MJ), está em período de garantia e será consertado pela empresa responsável.

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!

Fonte: Tribuna do Ceará

 
0 Comentários
 
Topo