Um laudo elaborado pelo GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) e pelo IC (Instituto de Criminalística) aponta que os artefatos encontrados com Fabio Hideki, de 27 anos, e Rafael Lusvarghi, de 26, não eram explosivos, sequer incendiários. Porém, os dois continuarão detidos.

Os dois manifestantes foram presos no dia 23 de junho durante uma manifestação contra a Copa do Mundo. Os dois rapazes foram acusados de associação criminosa, porte de explosivos, incitação ao crime e outros delitos. Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que "as denúncias, que não se baseiam apenas em objetos encontrados com ambos, se converteram em processos judiciais, nos quais Harano e Lusvarghi figuram como réus". Desta forma, os dois acusados permanecerão presos e serão julgados pela Justiça.

O site Liberdade para Hideki está apoiando o ativista e nós recomendamos que você conheça!!! 

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!

Fonte: R7

0 Comentários
 
Topo