Apoie AnonymousBr4sil com PIX 11999441171 ou Bitcoin bc1qtahwd4pfskwggyan9whpfy3q2v4ea97t5um5c0

Apoie AnonymousBr4sil com PIX  11999441171 ou Bitcoin bc1qtahwd4pfskwggyan9whpfy3q2v4ea97t5um5c0 Adicione nosso Whats: https://api.whatsapp....

#StopMarcoCivil Todos contra a ditadura virtual


Saudações cidadãos do mundo! Somos Anonymous. Permitam-nos falar sobre o Marco Civil da Internet. Esta não é uma proposta de regulamentação para a internet, esta é uma proposta de regulação da sociedade. Após as manifestações culminadas em Junho de 2013 o governo pela primeira vez deparou-se com uma forma de organização e liberdade além de seus poderes estatais, além do alcance de seu dinheiro, influência, politicagem... além de seu controle.

E todos nós sabemos qual foi a principal ferramenta de comunicação dos manifestantes. A internet. Por isso, o Marco Civil da Internet, que muitas vezes teve sua votação adiada está agora para ser aprovado em regime de urgência. Na Câmara dos Deputados apenas o partido PPS foi contra a ditadura virtual em pleno 2014, como será no Senado? Lembrem-se, até pouco tempo o texto do projeto tentava obrigar empresas como Google e Facebook a instalarem servidores do Brasil para monitorar e identificar os usuários. Porque você ainda acredita que esta não é a proposta principal do Marco Civil?

Toda vez que usam o termo "neutralidade" e falam sobre o serviço das operadoras de internet é para desviar o foco sobre a real intenção. Monitorar você cidadão. E não estamos falando de monitorar para combater crimes, pois para isso já existe o código penal, que abrange inclusive crimes cometidos pela internet. Com o atual texto o Brasil estará mergulhando em uma seleta lista de países que visam controlar a liberdade na internet como Irã, Cuba, China, Turquia, Paquistão, Rússia, Estados Unidos, etc... Todos estes, países que limitam e perseguem seus usuários, como relata a organização Repórteres Sem Fronteiras.

Cada um deles alega uma motivação para conseguir apoio popular, proteção religiosa, proteção política, proteção contra o terrorismo e em nosso caso o álibi é insistirem no mantra "neutralidade da rede" e a proteção do consumidor. Todos sabemos que este problema se resolveria com a livre concorrência e não com decretos. Edward Snowden, é perseguido justamente por denunciar que os EUA feriam a privacidade de seus próprios cidadãos, e fazem no mundo todo, algo similar ao que o Brasil quer fazer conosco.

Não é sobre Neutralidade é sobre CONTROLE da legítima liberdade de expressão. Durante as manifestações alguns juízes chegaram ao absurdo de decretarem a prisão imediata de qualquer um ligado a Anonymous. Considerando que nunca fomos uma organização ou grupo, e muito do que fazemos é simplesmente divulgar conteúdo de terceiros, compreende-se que o que querem é calar a sua voz. Calar a idéia. Quantos não tiveram páginas e eventos retirados do ar, e quando identificados receberam em suas casas intimações para comparecerem em delegacias, algumas das intimações no mesmo dia e hora dos protestos. Muitos, interrogados se pertenciam a algum grupo político, movimento, ideal... Para o Sistema, parece inconcebível que nos unamos apenas por querer a verdade e o bem do próximo, sem segundas intenções.

Com o Marco Civil em vigor, o governo antecipará e coibirá protestos. Muitos cidadãos poderão ser identificados e presos por lutar por um mundo mais justo. Com ele, talvez você não estaria assistindo este vídeo neste exato momento. Se atente aos planos de ações, primeiro deles é pressionar o Senado exigindo o Fim do marco civil! O Avaaz juntamente com artistas e políticos no Brasil fizeram uma campanha a favor do Marco Civil e incentivaram o povo assinarem uma petição como se ela fosse algo bom para o Brasil. Mas sabemos que o Marco Civil da Internet na verdade vai por fim a liberdade na internet, pesquisamos e vimos que a internet no Brasil pode ser tornar uma televisão, onde o governo controla e decide o que pode ou não ser veiculado. Além de expor facilmente os dados de quem acessa a internet, tem sites, blogs e páginas em redes sociais.

O Brasil não garante a segurança de seus sites, Dados da Receita Federal e Infoseg, qualquer pessoa na internet ou grandes centros podem ter acesso a isso, a televisão já mostrou o quanto é fácil comprar estes cdcs com dados de clientes e senhas! basta fazer uma simples pesquisa nos motores de busca e da mesma forma que um gerente de banco tem acesso aos dados dos clientes e isto vaza (quem nunca recebeu um cartão de crédito indesejado ou ligação de venda de serviços?) o mesmo pode acontecer com a aprovação do Marco Civil pois qualquer pessoa ligada ao governo poderá ter acesso aos dados e os entregarem para pessoas com intenções ruins!

Moramos no país da corrupção, jeitinho brasileiro e preconceitos, no próprio Congresso isto acontece com frequência por muitos parlamentares e isto daria margem para os ativistas serem encontrados, processados, presos e até mortos! A internet é livre e precisa continuar assim! Não queremos regulamentação governamental na internet. O governo brasileiro não criou a internet mas está querendo destrui-la por ser a única oposição real as injustiças do país! Senadores, estamos atentos e exigimos que este projeto seja rejeitado! Justamente em ano de Copa do Mundo e Eleições os senhores devem impedir que tal projeto siga adiante e que a tão dita liberdade continue para todos as pessoas que moram no país!

Imprensa do Brasil, a Globo é conhecida até hoje por apoiar a Ditadura, vocês neste momento estão fazendo o mesmo, apoiando um golpe contra o povo que terá consequencias piores do que a ditadura antiga pois vai entregar os ativistas a própria sorte, o governo em muitos casos não vai nem precisar agir pois muitos ativistas vão ser encontrados, processados e até mortos, temos vários casos no Brasil! Por isso dizemos que ainda há tempo de mostrar a real face do marco civil da internet, não sejam cumplices da maior tentativa de golpe da história da internet em um país!

Por isso, compartilhe! Nós somos a voz dos sem voz. Nós somos Anonymous. Nós somos muitos e estamos em todos os lugares! Nós não esquecemos. Nós não perdoamos. Nos aguardem.


Assista ao vídeo #StopMarcoCivil Todos contra a ditadura virtual:




Pressione os senadores exigindo o fim do Marco Civil da internet; saiba como




Anonymous fará a 12° edição de distribuição de alimentos/agasalhos para moradores de rua de Recife

#OpMaisPãoMenosOpressão já acontece em diferentes cidades do Brasil, domingo será em Recife e SP

No domingo (13), a partir das 15 horas, vários Anonymous vão se unir para promover a décima segunda edição da Operação Mais Pão Menos Opressão. O ato vai distribuir lanches, sucos, roupas, calçados, cobertores, produtos de higiene pessoal e saquinhos de balas, e acontece em pontos estratégicos. Durante o evento são experimentadas situações para a transformação da consciência política da sociedade, como a aproximação do cidadão com o morador em situação de rua e um cenário favorável para que o morador "saia da invisibilidade social", conforme dito pelos organizadores do evento.

A concentração do ato acontece na Praça do Diário a partir das 15h. Lá será feita a separação das doações, reconhecimento das equipes e participantes, além de informar as coordenadas e como funciona a distribuição.

Leia Faça você mesmo a solidária #Operação Mais Pão Menos Opressão na sua cidade
Leia #Operação mais Pão menos Opressão; como trazer para a sua cidade

Importante frizar que a #OperaçãoMaisPãoMenosOpressão acontece em diferentes cidades pelo Brasil e serve para mostrar a sociedade que 'ser Anonymous' vai bem além do hacktivismo ou qualquer outra atividade que possa fazer associação com a ideia.

Clique aqui e faça parte do evento #OpMaisPãoMenosOpressão12 em Recife.

Comente abaixo sua opinião sobre esta Operação!



Anonymous fará a 8° edição de distribuição de alimentos/agasalhos para moradores de rua de SP

#OpMaisPãoMenosOpressão já acontece em diferentes cidades do Brasil, domingo será em São Paulo



No domingo (13), a partir das 15 horas, vários Anonymous vão se unir para promover a oitava edição da Operação Mais Pão Menos Opressão. O ato vai distribuir lanches, sucos, roupas, calçados, cobertores, produtos de higiene pessoal e saquinhos de balas, e acontece em pontos estratégicos como Praça de Sé, Pátio do Colégio, a praça Patriarca, entre outros, pois são os locais onde existe a maior concentração de moradores de rua da capital paulista. Durante o evento são experimentadas situações para a transformação da consciência política da sociedade, como a aproximação do cidadão com o morador em situação de rua e um cenário favorável para que o morador "saia da invisibilidade social", conforme dito pelos organizadores do evento.

Leia Faça você mesmo a solidária #Operação Mais Pão Menos Opressão na sua cidade 
Leia #Operação mais Pão menos Opressão; como trazer para a sua cidade

A concentração do ato acontece na parte externa do metrô Sé, em frente às catracas, a partir das 15h. Lá será feita a separação das doações, reconhecimento das equipes e participantes, além de informar as coordenadas e como funciona a distribuição. Importante frizar que a #OperaçãoMaisPãoMenosOpressão acontece em diferentes cidades pelo Brasil e serve para mostrar a sociedade que 'ser Anonymous' vai bem além do hacktivismo ou qualquer outra atividade que possa fazer associação com a ideia. Assista ao vídeo da 7° edição:



Saiba como ajudar no grupo de divulgação no Facebook clicando aqui.

Comente abaixo sua opinião sobre este evento!